+55 32 98870-5022 32 3235-5769 contato@eambiental.eco.br
 
 
 
 
 

A inovação cada vez mais rápida de aparelhos eletrônicos e constante evolução faz com que os consumidores troquem seus aparelhos cada vez mais rápido, gerando um fluxo de resíduos eletrônicos cada vez mais alto.

Os aparelhos tecnológicos são produzidos de materiais inorgânicos e químicos, como o zinco, por exemplo, que pode entrar na cadeia alimentar e afetar os peixes e as algas, e acabam causando um impacto muito grande e corrosivo ao meio ambiente. Também são prejudiciais à saúde, se expostos de maneira incorreta podem causar diversos danos ao corpo humano. O cobre, por exemplo, muito presente nos aparelhos eletrônicos, pode causar intoxicações e afetar o fígado.

Como uma forma de tentar minimizar a quantidade de resíduos eletrônicos poluindo o meio ambiente foi criada na Política Nacional de Resíduos Sólidos através da Lei 12305 (2010) a responsabilidade e obrigação para que todas empresas, consumidores, prefeituras e todo órgão público tenham responsabilidade de recolher ou mandar para aterros sanitários os lixos por eles criados. Também cita que é obrigação realizar logística reversa de materiais perigosos ao meio ambiente, as empresas têm obrigação de coletar seus produtos após serem descartados para serem reusados, reciclados ou desmontados e reaproveitados.

Nós recolhemos o lixo eletrônico através dos pontos de coleta, do disk coleta onde você pode ligar e marcaremos um dia para ir buscar em sua casa ou trazendo para nossa sede.

Após recolhermos o seu lixo eletrônico ele passa pelo processo de triagem. Separamos os eletrônicos que têm como ser reparados e após consertados os doamos para instituições filantrópicas, onde são construídos laboratórios de computação. Os que não podem ser restaurados são enviados para o CERESP e lá são desmontados e suas partes reenviadas para empresa, onde reciclamos ou vendemos para outras empresas e consumidores.